Os Cremes Para Celulite São Eficazes?

Creme para a celulite

Creme de Tratamento Anti-Celulite

Um creme para celulite é a melhor alternativa como contrário de outros procedimentos mais caros. No entanto, que creme é o melhor creme para celulite? há muitos produtos diferentes que afirmam que eles são melhores do de mercado. A verdade é que eles são apenas produtos cosméticos. Isso significa que eles apenas mascaram a celulite, mas não oferecer uma cura permanente.

Pesquisas provam que cremes para celulite são apenas eficaz quando seus ingredientes têm a capacidade de entrar em da corrente sanguínea para quebrar as células de gordura que causam celulite. Muitos dos métodos cosméticos de celulite só funcionam na primeira camada superior da pele ou em vez de trabalhar dentro da corrente sanguínea.

O melhor tratamento para a celulite é o creme que contêm Retinol-A que auxilia na eliminação de celulite. Isto é feito através do aumento da produção de Cológeneo, bem como elastina no organismo. Cológeneo e elastina são necessárias para tornar a pele mais espessa e melhorar a elasticidade do tecido conjuntivo. Retinol-A, enquanto está a ser eficaz no seus próprios, é ainda mais eficaz quando usado com ingredientes naturais, como extracto de algas, cafeína e extracto de capsicum.

Tratamento Anti-Celulite

Existem vários tratamentos para eliminar ou reduzir a celulite. Um tratamento é TriActive. Este método literalmente ataques a celulite usando um laser de baixa energia que aumenta a circulação, reduzindo a inflamação através de uma massagem de sucção que estimula cológeneo que aumenta a drenagem linfática.

TriActive é um tratamento que é indolor e é adequado para qualquer tipo de pele e qualquer tipo de corpo. Este tratamento usa aspiração rítmica ou massagem que estica a pele em várias direcções causando um aumento na circulação. Os resultados são uma melhoria na drenagem das glândulas linfáticas que aumenta a elasticidade da pele.

Alimentação para emagrecer

Emagrecimento

Emagrecer é fácil?

Para algumas pessoas, o maior desafio é emagrecer. E parando para pensar, bastaria comer menos ou gastar mais energia… Claro que na teoria tudo é lindo, é a prática que nos incomoda. É no dia a dia que a gente vai sentindo na pele que fazer dieta não é a coisa mais deliciosa do mundo.

Mas então, como alguém pode dizer que emagrecer é fácil?

É porque o difícil é manter

Entendeu agora?

Para muitas pessoas, emagrecer até é um super desafio, mas bem tranquilo em comparação com o sonho da manutenção de peso.

Como emagrecer?

Para emagrecer basta que sua ingestão diária de calorias seja menor do que o número de calorias que você gasta. Pura matemática. Para isso você tem dois caminhos:

  • comer menos;
  • se exercitar mais.

Os dois juntos, então, maravilha!

E para engordar? Para engordar, basta que você não esteja de dieta e o piloto automático vai levando o ponteiro da balança lá para o alto…

Como sair deste círculo vicioso?

Você já se cansou de ouvir falar sobre o efeito sanfona, né? Não é uma novidade. Mas como sair dele e ficar estável no peso dos sonhos?

Aí vão algumas dicas.

Fugindo do efeito sanfona

Pense antes

A preocupação com a manutenção de peso precisa começar junto com a dieta. Dietas muito restritivas mandam uma mensagem constante para o seu inconsciente: não aguento mais, estou com fome, coma, coma, coma, coma.

Qual será a primeira coisa que você vai fazer assim que entrar naquele vestido dos sonhos?

Isso mesmo. Comer. Comemorar. E iniciar o processo de engorda.

Pôxa, tanto esforço para nada?

É essa a questão: o esforço. Quanto maior o esforço que fazemos para conquistar algo, mais desejamos recompensas depois… E se suas recompensas só vêm com a comida, você não vai poder manter o peso.

Então, quer emagrecer? Coma. Dá para emagrecer comendo, sim. Saia deste ciclo de comer “sem culpa”, sentir culpa e se punir passando fome para emagrecer. Isso desperta aquele apetite voraz que você não entende de onde vem.

Tenha paciência

Quanto mais rápido você emagrecer, mais complicado será para manter o peso. Emagrecendo aos poucos, você vai se habituando e ensinando seu corpo e sua mente a ficar naquele peso menor. Enquanto o processo acontece, você vai aprendendo a comer de forma mais adequada para não voltar a engordar.

Comida é comida

As coisas de comer não devem ser colocadas no patamar de “recompensas”. Comer não é sinônimo de relaxar, de curtir a vida, de se acalmar… Comer é uma das necessidades fisiológicas do nosso organismo. Coma para viver e ter energia para esse viver ter qualidade. Se você comer além disso (ou por quaisquer motivos que não a fome), você vai engordar e não vai ter mais pique nem mais energia, nem mais saúde por conta disso.

Mude seus padrões

Se você até hoje engordou de novo depois de todas as suas dietas, isso é um sinal de que você está fazendo alguma coisa errada…

Querer que uma mudança aconteça sem que você altere nada na sua vida é querer o impossível e não tem milagre. O milagre vem da sua ação. Sem ação, sem milagre.

Se você quer sair do padrão sanfona, mude de estratégia.

Comida de regime

Não classifique as comidas como “coisa gostosa” OU “coisa de regime”. Se você pensar desta forma, não saberá o que comer quando não estiver emagrecendo nem engordando (que é exatamente o que você quer). Pense em comida saudável E gostosa ao mesmo tempo. Pense em equilíbrio. Pode comer brigadeiro, mas precisa ser todos os dias das 9 às 18?

Açúcar no café

Café não engorda, pode comemorar. Mas se você colocar açúcar no café, aí engorda. E se você comer aquele mini biscoito que vem com o café, engorda. Café é café: puro ou com adoçante. Mesmo que seja uma mini colher de açúcar, se você somar todas as que ingere, vai engordar uns 5 quilos a cada ano.

 

SE GOSTOU, COMPARTILHA!